Bom para saúde23/07/2012 | 16h06

"Mulheres, o ideal é dormir sem calcinha", diz sexóloga

Especialista dá dicas para evitar irritação, ardência e infecção na vagina

Enviar para um amigo
"Mulheres, o ideal é dormir sem calcinha", diz sexóloga Divulgação/Ver Descrição
Foto: Divulgação / Ver Descrição

Dormir sem calcinha é uma das dicas da sexóloga e psicóloga Carla Cecarello para evitar irritação, ardência e infecção na vagina — problemas que têm influência direta na vida sexual da mulher.

— Recomendo sempre que as mulheres durmam sem calcinha, pois a vagina é um local úmido que precisa de ventilação. No dia a dia, com o uso de calças jeans e roupas sintéticas, não há ventilação, e a vagina fica abafada, facilitando a proliferação de bactérias e fungos — diz.

Carla recomenda também não ficar com biquíni molhado, evitar calcinhas apertadas, usar roupas leves, como saias e vestidos, evitar banhos muito quentes, alimentar-se bem e usar sabonetes neutros para higiene íntima. Tudo isso, diz ela, ajuda a evitar a candidíase vaginal. Causada por um fungo que se prolifera em locais úmidos e abafados, a doença atingindo 75% da população feminina.

— Ela provoca ardor, coceiras, dor durante a relação sexual e a eliminação do corrimento vaginal. A mulher se sente muito incomodada, acarretando em muitos casos na diminuição da vontade de ter relações sexuais — conta a especialista.

Outra recomendação é sempre urinar após ter feito sexo, pois o canal da uretra pode ficar obstruído com as secreções da lubrificação da própria mulher ou do parceiro.

— Muitas mulheres após o sexo entram no banho ou apenas utilizam lenços umedecidos para higienizar a região, mas esquecem de urinar. Assim, o canal da uretra pode obstruir, e o ardor e a dificuldade para urinar começam a incomodar.

Além desses cuidados, a especialista lembra que a mulher passa por períodos importantes de sua vida ligados às taxas hormonais, como gravidez, pós-parto, menstruação, menopausa, entre outros. Nesses casos o homem precisa ser mais compreensivo e perceber que a mulher necessita de um parceiro mais afetivo e menos sexual.

— No período de menstruação, a mulher fica mais inchada, com os seios doloridos e mais abalada emocionalmente. O que não quer dizer que ela não quer sexo, mas o homem deve ter mais cuidado ao tocá-la, pois ela está sensível — afirma Carla.

Leia abaixo mais dicas da sexóloga:

:: Usar preservativo na relação sexual para evitar doenças.

:: Não lavar a calcinha com sabão em pó e sim com sabão de neutro ou de coco.

:: Não lavar a calcinha e deixar no box do banheiro pendurada para secar, pois com a umidade do box, aumenta o risco de proliferação de fungos.

:: Usar calcinhas de algodão.

:: Evitar calcinhas apertadas.

:: Usar roupas adequadas para ventilação da região íntima.

:: Não emprestar calcinhas, biquíni ou toalhas de amigas.

:: Lavar a calcinha adequadamente para evitar proliferação de fungos.

:: Evitar absorventes perfumados, pois podem causar alergias.

:: Trocar constantemente o absorvente interno, pois pode haver proliferação de bactérias.

:: Dar preferência aos papéis higiênicos brancos e sem perfumes. Os coloridos e perfumados podem causar alergias.

:: Evitar banho muito quente, pois isso pode irritar a mucosa vaginal.

Comentar esta matéria Comentários (2)

Maria Albertina da Silva

Dormir pelada nem tanto, mas usar calcinhas de algodão, secar bem as partes intimas, usar produtos que secam com rapidez ajudam e muito! É o que minha médica recomenda...

23/07/2012 | 17h50 Denunciar

Cesário

Toda vez que um repórter escreve "SE prolifera morre uma criancinha... "se prolifera", cara pálida??? É ser ignorante1

23/07/2012 | 16h58 Denunciar

Siga Diário Catarinense no Twitter

  • dconline

    dconline

    Diário Catarinense#Eleições2014 #EleiçõesDC Lideranças catarinenses divididas entre Dilma Rousseff e Aécio Neves. http://t.co/JayIYe0rdghá 2 horas Retweet
  • dconline

    dconline

    Diário CatarinenseVÍDEO: as imagens do veículo pegando fogo no bairro Saco Grande, na Capital. http://t.co/tUhdfOcFeFhá 3 horas Retweet
Diário Catarinense
Busca
clicRBS
Nova busca - outros