Talento catarinense08/12/2013 | 17h05

Tom Custódio, eleito músico revelação de SC, busca reconhecimento nacional

Cantor e compositor venceu o Prêmio da Música Catarinense e agora investe na carreira em SP

Enviar para um amigo
Tom Custódio, eleito músico revelação de SC, busca reconhecimento nacional Web Mota/Divulgação
Tom, de 21 anos, confessa não ser fã das redes sociais, mas admite que elas têm papel fundamental na aproximação e contato com o público Foto: Web Mota / Divulgação

Quando fala sobre sua trajetória na música até aqui, Tom Custódio da Luz resume sete anos em uma lista de ocorrências importantes: a idade com que começou a compor, o primeiro violão, o primeiro prêmio, o show com Mallu Magalhães, o lançamento do CD de estreia e a recente mudança para São Paulo. Na semana passada, o blumenauense acrescentou mais um item à narrativa, ao ser escolhido como artista revelação no Prêmio da Música Catarinense.

Se idade fosse critério para entender postura e maturidade, Tom poderia ser descrito como um jovem de 21 anos fora da curva. Em meados de 2012, as 13 faixas de Fuga vieram a público como uma agradável surpresa, revelando não apenas o potencial do jovem músico, mas também um artista ávido por se expressar – como talvez confesse o próprio nome do álbum, que sugere a música como refúgio.

No YouTube, a canção mais acessada de Tom é E Agora, Tião?, uma espécie de samba melancólico que já soma mais de 14 mil visualizações – número que o compositor utiliza para se apresentar em e-mails de divulgação do seu trabalho. Junte-se a isso os mais de 75 mil resultados para seu nome no Google e as quase 50 mil curtidas de sua página no Facebook.

– Não sou um grande fã das redes sociais, mas a coisa mais interessante delas é proporcionar o contato com o público. As pessoas vêm falar que gostam ou que não gostam do meu trabalho, é muito legal – afirma.

Também em 2012, Tom ganhou uma fã ilustre: a cantora e compositora Mallu Magalhães se declarou admiradora de suas canções e veio a Itajaí participar de um show com ele.

Depois de começar duas faculdades – a de Música, que largou por não apreciar o excesso de didática no ensino, e a de Psicologia, da qual desistiu para priorizar a carreira artística –, o catarinense decidiu se dedicar integralmente à compor e cantar. Daqui pra frente, o objetivo é tentar se firmar no cenário nacional – por isso a mudança de Balneário Camboriú, onde cresceu, para a capital paulista.

– Minha rotina tem sido na tentativa. São Paulo é uma cidade cheia de coisas, tanto boas como ruins. Mas tem uma abertura muito interessante, acho que dá mais visibilidade para o trabalho.

Como recompensa pela vitória no Prêmio da Música Catarinense, Tom irá gravar um EP com cinco músicas em um estúdio de Florianópolis, ainda sem data.

:: Confira o clipe da música E Agora, Tião?

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário Catarinense no Twitter

  • dconline

    dconline

    Diário CatarinenseAssessor parlamentar suspeito de participar de fraude que burlava fila do SUS em SC é preso e exonerado http://t.co/FxrmhAAmlhhá 3 horas Retweet
  • dconline

    dconline

    Diário CatarinenseVeja os estragos provocados pelo temporal que atingiu o Estado. http://t.co/5d0n5uZ19B http://t.co/80ZaFvHsdYhá 5 horas Retweet
clicRBS
Nova busca - outros