País em luto28/03/2012 | 16h16Atualizada em 29/03/2012 | 09h14

"Nossa geração perdeu uma referência intelectual", diz Dilma sobre morte de Millôr

Nota foi divulgada pelo palácio do Planalto na tarde desta quarta-feira

Enviar para um amigo
"Nossa geração perdeu uma referência intelectual", diz Dilma sobre morte de Millôr João Onófrio/Agencia RBS
O multifacetado Millôr Fernandes Foto: João Onófrio / Agencia RBS

A presidenta Dilma Rousseff lamenta a morte de Millôr Fernandes. Em nota, Dilma destaca as múltiplas habilidades do gênio e disse que, com a morte dele, o Brasil perde uma referência intelectual.

'Millôr Fernandes foi um gênio brasileiro, um ícone do humorismo. Brilhante jornalista, com a mesma maestria tornou-se escritor, cartunista e dramaturgo. Autodidata, traduziu para o português dezenas de obras teatrais clássicas. Atuou em diversos veículos de comunicação, além de ter sido fundador de publicações alternativas. Com sua morte, o Brasil e toda a nossa geração perdem uma referência intelectual', diz Dilma em nota divulgada pelo palácio do Planalto.

Depois de várias internações, Millôr Fernandes, de 88 anos, morreu nesta terça-feira à noite na casa dele, no Rio de Janeiro, de falência múltipla dos órgãos e parada cardíaca.

Millôr escreveu o primeiro livro aos 10 anos e não parou mais. Trabalhou em jornais e revistas. Na revista O Cruzeiro, durante anos a principal do país, ele assinou a coluna Pif-Paf. Foi um dos fundadores do jornal O Pasquim, que se tornou emblema da crítica à ditadura militar (1964-1985). Millôr também traduziu obras clássicas de Sófocles, Shakespeare, Molière, Brecht e Tennessee Williams.

Notícias Relacionadas

Cultura em luto 28/03/2012 | 13h40

Millôr saúda o povo gaúcho ao apresentar sua coluna em Zero Hora, em 1996

Intelectual faleceu na noite de terça-feira, no Rio de Janeiro

Cultura em luto 28/03/2012 | 13h17

Leia homenagem feita a Millôr Fernandes pelos seus 83 anos, em 2006

Obra do autor soma mais de 100 peças, uma infinidade de desenhos, traduções e meia centena de livros

Cultura em luto 28/03/2012 | 11h13

Morre no Rio de Janeiro o escritor Millôr Fernandes

Segundo familiares, ele faleceu nesta terça de parada cardíaca e falência múltipla dos órgãos

Comentar esta matéria Comentários (1)

Adalberto

Essa foi sem grac,a, Millor.

29/03/2012 | 21h23 Denunciar

Siga Diário Catarinense no Twitter

  • dconline

    dconline

    Diário CatarinenseCombates na Ucrânia impedem peritos de chegar a local onde avião caiu. http://t.co/wUa5HR9kvhhá 10 minutosRetweet
  • dconline

    dconline

    Diário CatarinenseProfissionais formados na academia da PRF em Florianópolis estão há dois meses aguardando homologação da contratação. http://t.co/gdJq5fc3crhá 1 horaRetweet
clicRBS
Nova busca - outros