Versão mobile

Batalha na Câmara24/04/2012 | 23h38

Disputa entre Planalto e aliados adia votação do Código Florestal

Análise da reforma ambiental será retomada nesta quarta-feira

Enviar para um amigo
Fabiano Costa, direto de Brasília

fabiano.costa@gruporbs.com.br

Diante da ameaça de sofrer um novo revés com o Código Florestal, a presidente Dilma Rousseff ordenou nesta noite que a base governista recuasse, adiando a votação do projeto na Câmara. Foi fechado um acordo para retomar a análise da reforma ambiental nesta quarta-feira, a partir das 11h.

Para cumprir a determinação da presidente de não permitir anistia a desmatadores, quatro ministros e o líder do governo na Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), passaram a terça-feira negociando alterações no relatório do deputado Paulo Piau (PMDB-MG). Apesar dos esforços do Planalto, Piau se mostrou irredutível.

A derradeira tentativa de convencer o peemedebista a avalizar o texto aprovado em dezembro pelo Senado ocorreu minutos antes do início da sessão, por volta das 22h. Em uma reunião a portas fechadas, Chinaglia e o presidente da Casa, Marco Maia (PT-RS), apelaram para que os líderes das bancadas aceitassem votar o texto dos senadores.

Convencidos de que tinham maioria suficiente para derrotar o governo em plenário, os ruralistas rechaçaram esse acordo. Sem alternativas, o líder da bancada do PT, Jilmar Tatto (SP), encampou um requerimento do PV que pedia a retirada do projeto da pauta.

A estratégia havia sido costurada por Dilma com o líder do governo e o presidente da Câmara poucas horas antes do começo da sessão. Com a resistência da base em acatar a orientação do governo, os petistas foram ao Planalto para informar Dilma sobre o risco iminente de derrota. Chinaglia advertiu a presidente que era grande a possibilidade de os ruralistas reeditarem a vitória do ano passado na votação do Código Florestal.

— Se houver votação em desacordo com o pensamento do Planalto, aumentam as chances de Dilma vetar trechos do relatório — alertou Maia.

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário Catarinense no Twitter

  • dconline

    dconline

    Diário Catarinense#Eleições2014 #EleiçõesDC Lideranças catarinenses divididas entre Dilma Rousseff e Aécio Neves. http://t.co/JayIYe0rdghá 5 horas Retweet
  • dconline

    dconline

    Diário CatarinenseVÍDEO: as imagens do veículo pegando fogo no bairro Saco Grande, na Capital. http://t.co/tUhdfOcFeFhá 6 horas Retweet
Diário Catarinense
Busca
clicRBS
Nova busca - outros