Versão mobile

Rivalidades regionais30/04/2012 | 00h57

Confira um Raio X das decisões dos principais estaduais do país

No Rio, Botafogo venceu o segundo turno. Em São Paulo, Santos e Guarani decidem o título

Enviar para um amigo
Confira um Raio X das decisões dos principais estaduais do país Bruno de Lima/Lancepress!/
No Carioca, Loco Abreu ajudou o Botafogo a vencer o Vasco e chegar à decisão Foto: Bruno de Lima/Lancepress!

O final de semana foi de decisões pelo Brasil afora. Confira o que rolou e quem são os finalistas dos principais estaduais do país.

CARIOCA — BOTAFOGO X FLUMINENSE

Botafogo conquista a Taça Rio

Uma das virtudes da fórmula do Campeonato Carioca, a mais plagiada do Brasil, é a de transformar um jogador de vilão em herói em uma mesma edição. O desempenho do uruguaio Loco Abreu na competição foi assim, de altos e baixos. Neste domingo, no Engenhão, interpretou o papel de mocinho. Marcou os dois primeiros gols da vitória do Botafogo sobre o Vasco por 3 a 1, que garantiu o título da Taça Rio e classificou o time do técnico Oswaldo Oliveira para a decisão do Carioca, contra o Fluminense. Capitão do time, teve a missão de levantar a taça.

Nos dois gols, Loco Abreu só empurrou a bola para as redes, da pequena área, sem goleiro. Em passes de Márcio Azevedo, em contra-ataque aos três minutos de jogo, e Fábio Ferreira, em jogada ensaiada em cobrança de falta aos 45. No intervalo, o Botafogo já vencia por 2 a 0. Maicosuel ampliou no segundo tempo, e Carlos Alberto, ex-Grêmio, marcou o gol de honra do Vasco: 3 a 1.

No primeiro turno, o personagem de Loco Abreu havia sido o de malfeitor. Errou um pênalti na decisão da semifinal da Taça Guanabara na eliminação para o Fluminense, justamente o adversário da final, nos dias 6 e 13 de maio, no Engenhão.

PAULISTA — SANTOS X GUARANI

Neymar brilha e marca três

Atual bicampeão paulista, o Santos deu um grande passo rumo ao tri, feito que não ocorre no futebol de São Paulo desde 1969, quando o próprio Santos ganhou três vezes consecutivas, ainda com Pelé entre seus jogadores. A passagem para a decisão foi confirmada neste domingo com a vitória por 3 a 1 sobre o São Paulo, no Morumbi, em mais uma atuação inspirada do atacante Neymar (foto ao lado), autor dos três gols santistas – Willian José descontou.

— Agora, temos uma semaninha para descansar e depois voltar com tudo para a final  — destacou Neymar.

Virada em Campinas

O outro finalista do Campeonato Paulista saiu do mais importante clássico campineiro de todos os tempos. De virada, o Guarani derrotou a Ponte Preta por 3 a 1, no Brinco de Ouro da Princesa, e vai decidir o Estadual contra o Santos em dois jogos nos próximos domingos (6 e 13 de maio). Vice-campeão em 1988 (perdeu para o Corinthians), o clube buscará um título inédito. Fábio Bahia e Medina (2) marcaram os gols do Guarani. A Ponte abriu o placar com Caio. Por ter melhor campanha, o Santos fará o segundo jogo em casa.

PARANAENSE — CORITIBA X ATLÉTICO

O Campeonato Paranaense teve a última rodada do segundo turno. No entanto, os dois finalistas já estavam definidos. Campeão do primeiro turno, o Atlético-PR enfrentará o Coritiba, que ganhou o segundo. A decisão está marcada para os próximos dois domingos, dias 6 e 13. A partida de ida ocorre na Vila Capanema. A volta, no Estádio Couto Pereira. A última rodada teve: Roma 1x3 Coritiba, Rio Branco 1x0 Londrina, Operário 2x2 Corinthians, Cianorte 0x2 Arapongas, Atlético-PR 4x0 Paranavaí e Toledo 4x1 Iraty. Roma e Iraty foram rebaixados.

O Coritiba tem como destaque o zagueiro Emerson, que já foi convocado para a Seleção Brasileira. O meia Tcheco, ex-Grêmio, é uma das lideranças. Comandado pelo uruguaio Juan Carrasco, o Atlético conta com Guerrón e o veterano Paulo Baier.

CEARENSE — CEARÁ X FORTALEZA

Ceará e Fortaleza sobraram no Cearense deste ano e disputarão a final. Na primeira fase, dois pontos separaram o primeiro do segundo, mas a diferença para o terceiro colocado foi de oito pontos. Nas semifinais, não tiveram dificuldades para eliminar Horizonte e Tiradentes após vitórias na partida de ida, fora de casa. Na volta, sábado, o Fortaleza venceu o Horizonte por 1 a 0, e, ontem, o Ceará goleou o Tiradentes: 4 a 0

BAIANO — BAHIA X VITÓRIA

Depois da ótima campanha na primeira fase, o técnico Paulo Roberto Falcão não esperava sofrer tanto para ir à sua segunda final de estadual consecutiva – ano passado foi campeão gaúcho com o Inter. O gol que garantiu a classificação só saiu aos 44 minutos do segundo tempo da partida de volta contra o Vitória da Conquista, neste domingo. O salvador de Falcão atende por Rafael Donato.

O Vitória iria para a final de técnico novo. Depois da classificação com a vitória sobre o Feirense por 3 a 2, sábado, a diretoria anunciou Paulo Cézar Carpegiani, que trabalharia no Barradão pela segunda vez – em 2009 foi campeão baiano. Mas por um problema de saúde da mulher, o treinador pediu dispensa antes de assumir. Se nenhum outro técnico for contratado, o auxiliar Ricardo Silva permanecerá interinamente.

CATARINENSE — AVAÍ X FIGUEIRENSE

Melhor time na decisão

Seria injusto o campeão dos dois turnos ficar de fora da decisão do Catarinense. Neste domingo, o Figueirense jogou como o melhor time do campeonato e não deu chances para o Joinville, com quem empatou em 1 a 1 na ida. Venceu por 3 a 1, no Orlando Scarpelli, e se classificou à final, contra o Avaí. Os gols foram marcados por Fernandes e Aloísio, que fez dois. Neste campeonato, o Figueirense já enfrentou o rival da capital duas vezes: uma vitória (1 a 0) e um empate (2 a 2).

Vitória fora garante vaga

Depois de empatar em casa no jogo de ida das semifinais do Catarinense, o Avaí precisava vencer a Chapecoense, em Chapecó para chegar à decisão. A Chapecoense, treinada por Itamar Schulle, ex-Novo Hamburgo, fez 1 a 0, gol de Esquerdinha. Na etapa final, o Avaí foi para o tudo ou nada. Aos 31 minutos, o zagueiro Leonardo marcou contra e igualou o placar. Cinco minutos depois, Cleber Santana cobrou falta e Patric mandou para as redes, classificando o Avaí.

MINEIRO — AMÉRICA X ATLÉTICO

Favoritismo é do Atlético

Invicto, o Atlético-MG chega nessa final como favorito. Nos 11 jogos da primeira fase, o time do técnico Cuca obteve 87,8% de aproveitamento, com nove vitórias e apenas dois empates. Um deles justamente contra o adversário da semifinal, o Tupi, de Juiz de Fora. Na ida, Atlético e Tupi voltaram a empatar (1 a 1), mas neste sábado o primeiro foi superior e venceu por 1 a 0. André, ex-Santos, vice-goleador do torneio (9 gols), marcou o gol da classificação.

Duas vitórias na semifinal

Com um gol no início e outro no fim, o América surpreendeu, venceu o Cruzeiro por 2 a 1 e decidirá o Mineiro com o Atlético. O América tinha a vantagem do empate após vencer na ida (3 a 2). Mesmo assim, ontem, abriu o placar com gol contra de Victorino aos 2min de jogo. O Cruzeiro poderia ter empatado em uma cobrança de pênalti desperdiçada por Wellington Paulista, que empataria o jogo mais tarde. No final do jogo, o veterano Fábio Júnior, 34 anos, marcou o gol da vitória 

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário Catarinense no Twitter

  • dconline

    dconline

    Diário CatarinenseFigueirense anuncia a saída do técnico Guto Ferreira http://t.co/C9QIMXVwZDhá 2 horas Retweet
  • dconline

    dconline

    Diário CatarinensePM apreende fuzil e prende dois homens no Morro do Horácio, em Florianópolis. http://t.co/wnkCIw1ZC6há 5 horas Retweet
clicRBS
Nova busca - outros