Versão mobile

25/07/2008 | 15h23

Ovelha dá à luz quatro filhotes em Presidente Nereu

"Bita" aceitou apenas dois filhotes, que morreram em seguida

Enviar para um amigo
Ovelha dá à luz quatro filhotes em Presidente Nereu Divulgação/
Dois filhotes fêmeas morreram durante a semana Foto: Divulgação
Uma ovelha deu à luz quatro filhotes em uma propriedade em Presidente Nereu, no Alto Vale do Itajaí.O nascimento dos filhotes da ovelha "Bita", na tarde do dia 20 de julho, surpreendeu os criadores.

Foi a primeira vez que um animal de propriedade do casal Maria Antonita, de 47 anos, e Valdemir Voltolini, 53 anos, gerou mais de três filhotes de uma única vez.

— Esta foi a quinta gravidez da Bita, que está conosco há cinco anos — explica Maria, que cria outros três animais da raça Santa Inês. Segundo a criadora, outros animais da propriedade já tiveram três filhotes numa gestação.

A gestação de quatro filhotes não é comum entre os caprinos. Segundo o veterinário Ari Schlagenhaufer, da Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc). O mais comum, segundo ele, é que os animais tenham até três filhotes por vez.

Fêmea rejeitou filhotes

Bita deu cria a dois machos e duas fêmeas. Conforme a criadora, desde o nascimento a ovelha rejeitou dois filhotes, que passaram a ser tratados com mamadeiras com leite retirado da mãe.

— Logo que encontrei os animais recém-nascidos, notei uma diferença: a Bita não havia feito a limpeza das duas fêmeas. Ela as abandonou e só aceitava amamentar os filhotes machos — explica a mulher.

Os dois animais que dependiam da mãe para se alimentarem morreram durante a semana. Ainda sim, a ovelha continua a rejeitar os filhotes que restaram. Antonita acredita que o animal tenha agido desta forma por estar com uma infecção nas tetas.

De acordo com o veterinário, a rejeição de alguns filhotes é um comportamento natural nos caprinos, motivado pelo instinto de sobrevivência. A fêmea escolhe um ou mais filhotes para garantir que não irá falar leite para amamentá-los.

— Pode acontecer rejeição até quando nasce apenas um cordeiro, mas este comportamento é causado por um desequilíbrio hormonal — explica Schlagenhaufer.

A expectativa dos criadores é que os animais que continam vivos comecem a se alimentar com ração nas próximas semanas. A dona das ovelhas disse que pretende ficar com os filhotes.

Notícias Relacionadas

11/06/2008 | 13h56

Cabra dá à luz quíntuplos em Florianópolis

Na terceira cria, Mimosa gerou três fêmeas e dois machos na Vargem Grande

17/04/2008 | 15h50

Ovelha tem quadrigêmeos

Fato raro aconteceu na madrugada desta quinta em Brusque

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga Diário Catarinense no Twitter

  • dconline

    dconline

    Diário CatarinenseHospitais e unidades de saúde terão pulseiras coloridas para definir ordem de atendimento. http://t.co/5NwsvF1y8E http://t.co/CUYAP2mXC7há 8 minutosRetweet
  • dconline

    dconline

    Diário CatarinenseSol e tempo bom voltam a predominar nesta terça-feira em Santa Catarina. http://t.co/u8dceQKhgQ http://t.co/fgXoSx2vA5há 34 minutosRetweet
Diário Catarinense
Busca
clicRBS
Nova busca - outros