Conflitos sem fim05/04/2012 | 18h26

Apesar do acordo de cessar-fogo, prosseguem os ataques do governo a civis na Síria

Secretário-geral da ONU disse estar preocupado com os contínuos ataques

Enviar para um amigo

Mesmo com a promessa de um cessar-fogo na Síria nos próximos dias, o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, declarou nesta quinta-feira estar preocupado com os contínuos ataques contra civis no país.

— Apesar de o governo sírio ter aceito o plano do enviado especial (Kofi Annan, mediador das Nações Unidas) para resolver a crise, a violência e os assaltos em áreas civis não pararam — disse Ban Ki-moon durante reunião informal sobre a situação na Síria.

O presidente sírio, Bashar Al Assad, aceitou o cessar-fogo a partir do próximo dia 10, proposto pelo enviado especial das Nações Unidas e da Liga Árabe à Síria, Kofi Annan. O acordo prevê a retirada de tropas do regime do centro das principais cidades no prazo de 48 horas.

Tropas do governo sírio intensificaram nesta quinta-feira os ataques contra opositores do regime, às vésperas da chegada de um representante de Annan, que irá negociar o monitoramento do plano de paz.

Ativistas contrários ao governo sírio dizem que as cidades de Homs, Daraa e a região próxima a capital Damasco foram bombardeadas. Eles alegam que Bashar Al Assad está lançando uma última ofensiva antes do início da vigência do cessar-fogo.

As Nações Unidas estimam que mais de 8 mil pessoas morreram na Síria, a maioria civis, desde o início dos conflitos no país.

Notícias Relacionadas

Onda de violência 23/03/2012 | 08h42

Conselho da ONU prolonga missão de investigação na Síria

Resolução pede que acabe com a violência para permitir acesso humanitário sem restrições e apoia a missão em Damasco

Onda de violência 18/03/2012 | 09h12

Atentado com carro-bomba na Síria deixa mortos e feridos

Ataque ocorreu em Alepo, a segunda maior cidade da Síria

Violência em Damasco 17/03/2012 | 11h55

Número de mortes em dois ataques na Síria chega a 27

Outras 97 pessoas ficaram feridas em explosões

Resposta internacional 01/03/2012 | 09h40

Conselho de Direitos Humanos da ONU condena a Síria por violações

Condenação contou com o apoio de 37 países, três abstenções e um voto contrário

Pressão 27/02/2012 | 11h39

União Europeia impõe novas sanções à Síria

Chanceleres querem forçar o regime de Bashar Al Assad a suspender ações repressivas e conter onda de violência no país

Ação criminosa 24/02/2012 | 08h56

Brasileiro que chefia comissão da ONU acusa o governo sírio de promover massacre no país

Diplomata Paulo Sérgio Pinheiro investiga responsabilidade do regime de Bashar al-Assad em onda de violência

Comentar esta matéria Comentários (1)

Celio Espindula

Não entendo como o mundo assiste o massacre que acontece na Siria e nimguem faz nada para conter o ditador Assad porque não fazem o que fizeram na Líbia e ajudaram a derrubar o Kadafi, quantos milhares de vidas serão sacrificada ainda? A ONU tem que tomar medidas urgentes.

06/04/2012 | 19h54 Denunciar

Siga Diário Catarinense no Twitter

  • dconline

    dconline

    Diário CatarinenseOnda de atentados atinge população e prejudica comércio da Grande Florianópolis. http://t.co/VZ1ki25GIS #atentadosSChá 50 minutosRetweet
  • dconline

    dconline

    Diário CatarinensePolícia Militar adota medidas de prevenção a ataques a ônibus em Joinville e região. #atentadosSC http://t.co/SKf0eIHg4Xhá 1 horaRetweet
Diário Catarinense
Busca
clicRBS
Nova busca - outros