Versão mobile

Futebol catarinense19/10/2013 | 13h18Atualizada em 21/10/2013 | 10h17

Ataques de quero-quero e telefonema para árbitro marcam jogo da 3ª divisão

Partida entre Navegantes e Inter de Lages ocorreu em Itajaí e registrou momentos bizarros

Enviar para um amigo
Ataques de quero-quero e telefonema para árbitro marcam jogo da 3ª divisão Rainwald Muller,Imagem TV Lages/Reprodução
Investidas do pássaro contra assistente de arbitragem levaram equipe de TV às gargalhadas ao vivo Foto: Rainwald Muller,Imagem TV Lages / Reprodução
Episódios hilários marcaram uma partida da terceira divisão do Campeonato Catarinense de futebol na semana que passou. O jogo ocorreu na noite da última quarta-feira, 16 de outubro, no Estádio Hercílio Luz, em Itajaí.

Os momentos bizarros foram registrados no confronto entre Navegantes e Inter de Lages, que começou com 25 minutos de atraso pela falta de ambulância, maqueiros e gandulas, funções que tiveram de ser exercidas por torcedores que estavam no local a pedido do time do Vale.

A certa altura do duelo, dois pássaros quero-quero começaram a atacar o assistente (bandeirinha) Maycon Vieira, e isso logo despertou a atenção da equipe da Imagem TV, de Lages, que transmitia o evento ao vivo. 

— Fecha lá, Muller, essa você tem que captar. O quero-quero é a atração do jogo —, disse o narrador Antônio Armindo ao cinegrafista Rainwald Muller.

Até que os ataques se tornaram mais frequentes e agressivos, obrigando o assistente a fazer malabarismo para escapar do pássaro, para deleite do narrador e do repórter Edson Boeira. 

— Eu estou torcendo pelo quero-quero —, disse Boeira. 

— Eu também —, completou Armindo.

As gargalhadas tomaram conta dos profissionais da Imagem TV, que não conseguiam mais se concentrar na partida. 

— Eu não vou conseguir transmitir o jogo. Vou ter que parar. Coitado do bandeira. Ele vai sofrer o jogo todo. Se não matar o quero-quero, ele está morto. É matar ou morrer _, gargalhou Armindo. 

— E não é só um. São dois. Ele se nega de todos os lados —, completou Boeira. 

— Mas que barbaridade, eu nunca tinha visto disso —, encerrou Armindo, que tem 56 anos de idade e há 28 é narrador esportivo.

Outro momento bizarro do jogo foi quando o delegado da partida ficou à beira do gramado falando ao celular e chamou o árbitro Jakson Pereira para atender ao telefone, paralisando a partida por alguns instantes. O árbitro recusou, e ninguém da Federação Catarinense de Futebol explicou o motivo da ligação.

Assim, o jogo entre Navegantes e Inter de Lages, vencido pelo time do Litoral por 2 a 1, foi um retrato fiel da sofrível e quase amadora terceira divisão do campeonato estadual.

Assista as principais cenas:

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga DC Esportes no Twitter

  • esportesdc

    esportesdc

    DC EsportesRodrigo Faraco: Marquinhos pode voltar ao Figueirense. http://t.co/eHkFZvlzh1há 29 minutosRetweet
  • esportesdc

    esportesdc

    DC EsportesInterino do Criciúma prepara 'mistão' para encarar o São Paulo pela Sul-Americana: http://t.co/VTvQUjjaEshá 42 minutosRetweet
clicRBS
Nova busca - outros