Copa em SC14/02/2014 | 22h35

Congresso Técnico da Fifa é oportunidade de Florianópolis aparecer para o mundo

Será a partir de Santa Catarina que o ano da Copa no Brasil começará com as definições técnicas

Enviar para um amigo
Congresso Técnico da Fifa é oportunidade de Florianópolis aparecer para o mundo  Felipe Carneiro/Agencia RBS
Costão do Santinho em Florianópolis já tem a cara do Copa do Mundo Foto: Felipe Carneiro / Agencia RBS
Erich Casagrande e Cristian Weiss

erich.casagrande@rbsonline.com.br

A bola está no centro do gramado para a Copa do Mundo no Brasil e o apito a inicial desse jogo será dado nesta semana em Florianópolis. O Congresso Técnico da Fifa, que será realizado no Costão do Santinho entre quarta e sexta-feira, reunirá os 32 treinadores das seleções que participarão do Mundial e definirá toda a organização da Copa. Se para as comissões técnicas e imprensa internacional é a chance de entender os detalhes da competição, para Santa Catarina é a oportunidade de abrir com honras o ano da Copa no Brasil e se mostrar para o planeta.

O Congresso Técnico da Copa é um dos eventos preferidos da imprensa esportiva por se tratar do único momento, entre todas as datas que envolvem o mundial, que reúne os 32 treinadores e representantes das comissões técnicas no mesmo lugar. Após essa semana em Florianópolis, eles retornarão apenas para treinar as equipes às vésperas da Copa.

São esperados cerca de 300 jornalistas. Antes mesmo da chegada ao aeroporto eles estão sendo considerados por Estado e Prefeitura como aqueles que podem levar relatos da cidade de volta ao local de origem e até a vender a cidade pelos meios de comunicação que representam. A estratégia das secretarias de turismo é gerar informação e pautas espontâneas que avancem sobre o carácter esportivo do evento e tratem a cidade como polo turístico, tanto que foram confeccionados kits especiais com informações turísticas de SC para entregar aos jornalistas.

A expectativa é de que a cidade se consolide como um destino internacional. Ainda assim, há pontos críticos que precisam de atenção para não arranhar a pintura da ilha. Para isso foi organizado, em sintonia com o governo federal e a Fifa, os planos de segurança e infraestrutura para garantir a realização do evento.

Prefeitura e Estado pretendem impressionar mídia estrangeira

Foi somente nos últimos dias que o Costão do Santinho, local onde será o encontro, passou a mostrar a identidade visual da Copa. Um grande outdoor com o mascote Fuleco dá boas-vindas a quem chega. Estruturas, como a área de imprensa e escritórios de trabalho da Fifa, já estão sendo montadas. Carros especiais já circulam pela cidade e uma tenda onde ficará concentrada a segurança já está erguida.

O evento não é voltado ao publico, mas irá selar os compromissos da Fifa com cada seleção. Na pauta do seminário, estão esclarecimentos do que as seleções precisam saber desde a chegada ao país-sede até a despedida. Quais são as obrigações quanto a horário e datas, direitos de imagem, questões de mídia, regras, novidades da arbitragem. Tudo será primeiro apresentado às comissões técnicas e depois à imprensa.

Em 2010, esse mesmo congresso ocorreu no Resort Sun City. O hotel estava a 2 horas e 30 minutos de Johanesburgo, na África do Sul, e a cidade não foi envolvida durante a programação. Em Florianópolis, haverá outras oportunidades de atividades. Prefeitura e governo do Estado querem promover ações pela região. Estão previstos jantares e passeios para integrantes do evento e jornalistas nas brechas da apertada agenda.

O Congresso Técnico será a grande ação do Mundial neste ano em Santa Catarina. Será a partir desse evento que Florianópolis e o Estado tentarão se beneficiar quando o país ferver em junho. A partir dessa semana, a cidade estará na pauta e na boca de todo o país, e se tem algo que é bem vindo, mais que Fifa e treinadores, é a exposição da cidade. Algumas qualidades e defeitos que afetam o dia a dia serão colocados à prova, e isso também significa oportunidade de melhorias e crescimento econômico.

Clique na imagem e confira cada ponto de Florianópolis

 

Escolha por Santa Catarina foi comemorada

Desde 2009 Florianópolis e Estado de Santa Catarina buscam receber pelo menos uma das ações relacionadas à Copa do Mundo. Assim que a cidade saiu da disputa por ser sede de jogos, os trabalhos se voltaram para duas frentes: receber o sorteio dos grupos ou o congresso técnico. Assim que o sorteio foi confirmado para a Bahia, em março de 2013, todas as fichas foram colocadas na realizaçao do Congresso Técnico.

Foi apenas em outubro do ano passado a Fifa e Comitê Organizador da Copa no Brasil fizeram o anúncio tão esperado: o Estado receberia no fim de fevereiro o encontro que decidiria questões técnicas relacionadas à competição. A partir dali houve três visitas técnicas que consolidaram as negociações.

No centro desse cenário está do Costão do Santinho. O resort agradou a Fifa pelas condições de hospedar todas os integrantes oficiais do evento e apresentar infraestrutura necessária para comportar os seminários, coletivas e escritórios de trabalho. A localização do hotel, apesar de distante do aeroporto - cerca de 1 hora - , também contribui por ser isolada e segura.

A rede hoteleira da cidade foi outro fator levado em conta para receber o evento. Embora o Costão do Santinho não esteja fechado para o congresso e junto com os integrantes oficiais estarão também turistas comuns, a Fifa pede que nenhum jornalista se hospede no sede do evento. Com isso é necessário que a cidade apresente outras opções para receber a imprensa, e desde Jurerê Internacional até o Centro, Florianópolis conta com boas bandeiras internacionais.

Embora hoje o trade turístico acredite que não houve danos sérios à imagem de Florianópolis como destino turístico, houve um momento em que se temeu pelo arranhão. O abastecimento de energia elétrica e água, que foram insuficientes no auge da temporada, levou a medidas de emergência. Tanto o Costão do Santinho quanto os demais hotéis relacionados ao evento estão com geradores e reservas para garantir as demandas. O que não se quer é que essas questões destruam o trabalho de marketing feito até agora.

Durante a preparação houve também preocupação com a segurança. Depois das manifestações durante a Copa das Confederações em 2013, o governo federal e a Fifa ficaram mais atentos. Polícia Militar, Guarda Municipal, Bombeiros e, de forma discreta para não causar uma sensação exagerada de monitoramento, Força Nacional de Segurança e Forças Armadas estarão presentes. Há planos para agir em casos de protestos e de como realizar o deslocamento do aeroporto até o Costão do Santinho, com escoltas e batedores. Números e detalhes são tratados como segredos de estado.

Confira vídeo do percurso que integrantes do congresso farão até o Costão do Santinho

Notícias Relacionadas

Congresso Técnico da Copa do Mundo de 2014 13/02/2014 | 18h28

Força Nacional de Segurança estará presente durante o Congresso Técnico da Fifa em Florianópolis

Estratégias e números de contingentes para evento são tratados de forma sigilosa

Congresso Técnico da Copa do Mundo de 2014 13/02/2014 | 07h05

Costão do Santinho começa preparação para congresso da Copa do Mundo

Resort em Florianópolis receberá evento da Fifa de 18 a 20 de fevereiro

Meia-volta volver 26/04/2013 | 22h01

Força Nacional de Segurança está saindo por etapas e deixa Santa Catarina até 18 de maio

Retirada começou na primeira semana de abril e obedece cronograma acertado com Brasília

Atentados 15/02/2013 | 15h04

Tropa da Força Nacional está em Florianópolis

Reforço chegou em SC por volta das 14h20min desta sexta-feira

Ataques em SC 15/02/2013 | 11h10

Viatura da Força Nacional está na Base Aérea, em Florianópolis

Pouso de avião da FAB durante a manhã chamou atenção na Base Aérea

Comentar esta matéria Comentários (5)

Luiz Medeiros

Uma esmola para Florianópolis....

17/02/2014 | 20h07 Denunciar

jefferson

Aparecer para quem?? Não sei para que? Antes deviam educar o manezinho, porque manezinho não gosta e não quer turista na ilha ou houle como eles chamam, Florianopolis para mim nunca mais! Além de extorquirem o turista, atendem mal!

17/02/2014 | 19h53 Denunciar

Luiz Medeiros

Vergonha.... Não tiveram capacidade para ser cidade sede,nem mesmo pra abrigar uma seleção. Por que a RBS insiste em tentar promover e divulgar Florianópolis para o mundo!! Ou são muito imbecis ou duvidam da inteligência do nosso povo.

17/02/2014 | 18h23 Denunciar

Edilson

Isso é humiliação, nossos representantes pouco fizeram pra não dizer que não fizeram nada para trazer a copa pra cá, fico imaginando quantas obras teríamos, como no trânsito, agora temos que se contentar com qualquer evento que sobrou, tomara que o mundo fique sabendo como é a nossa realidade.

15/02/2014 | 21h29 Denunciar

duroc quid

e quem vai pagar a festa pros bonitinhos? Aonde a FIFA investe os polpudos lucros obtido às custas do país sede?

15/02/2014 | 09h25 Denunciar

Siga DC Esportes no Twitter

Diário Catarinense
Busca
clicRBS
Nova busca - outros