Fôlego nas compras18/03/2014 | 19h24

Intenção de Consumo das Famílias cresce 5% em Santa Catarina

Pesquisa da Fecomércio-SC mostra que catarinenses estão mais otimistas com as possibilidades de consumo

Enviar para um amigo
Intenção de Consumo das Famílias cresce 5% em Santa Catarina Mateus Bruxel/Agencia RBS
Estudo também revela que as dívidas contraídas no fim de 2013 já estão sendo pagas Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

Os catarinenses estão otimistas com relação às possibilidades de consumo. É o que mostra a pesquisa divulgada ontem pela Fecomércio-SC sobre a Intenção de Consumo das Famílias (ICF), que apresentou um aumento de 5% em março em comparação com o mês anterior, e atingiu 140,7 pontos — em uma escala que vai de zero a 200.

Na variação anual, no entanto, o IFC registrou queda de 1,9%. Segundo o estudo, a confiança no emprego atual cresceu 3,6% desde fevereiro, e 2,5% na comparação com março de 2013. Em março, na comparação mensal, houve alta de 6,2% na forma como os catarinenses avaliam sua perspectiva profissional. Na comparação com março do ano passado, o índice apresentou queda de 3,1%.

A pesquisa também revela que as dívidas contraídas no fim de 2013 já estão sendo pagas, abrindo espaço para novos endividamentos. Neste mês, o acesso ao crédito registrou alta de 10,6% em comparação com fevereiro. Já a variação anual teve alta de apenas 0,6%.

No Estado, o Índice de Confiança das Famílias se recuperou das quedas mensais e anuais do mês anterior. Mas o cenário de receio das famílias quanto aos seus gastos permanece. De acordo com a Fecomércio-SC, essa situação impactará suavemente as vendas do comércio em 2014, já que, mesmo com a queda anual, o índice ainda se encontra em um patamar consideravelmente elevado.

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários
Diário Catarinense
Busca
clicRBS
Nova busca - outros