Pensando fora da caixa 08/05/2013 | 09h16

Nanotecnologia, engenharia de tecidos e energia alternativa estão entre os temas no 2º dia do Desafio da Inovação

Challenge of Innovation trouxe a SP 11 pesquisadores do MIT para debater inovação tecnológica

Enviar para um amigo
Nanotecnologia, engenharia de tecidos e energia alternativa estão entre os temas no 2º dia do Desafio da Inovação Luiz Daudt Jr./Agencia RBS
Charles L. Cooney falou nesta terça sobre a Arquitetura da Inovação em SP. Foto: Luiz Daudt Jr. / Agencia RBS
O segundo dia do Desafio da Inovação, em São Paulo, reuniu palestrantes que definitivamente “pensam fora da caída”. Afinal, não é qualquer pessoa que pensa em pegar células vivas, carrega-las em uma impressora e obter tecido 3D que poderia se desenvolver num rim ou coração. Imagine então desenvolver um fígado em microescala num chip de silício? É gente com esse tipo de ideia que veio a São Paulo para participar do "Challenge of Innovation 2013 - Thinking out of the Box with MIT".

Em um auditório repleto de CEOs de empresas nacionais e internacionais, lideranças tecnológicas e agentes públicos, pesquisadores do Massachusetts Institute of Technology (MIT) debateram as inovações que irão redefinir as estratégias sobre a economia global e mudar a vida das pessoas no próximos anos.

Fruto da parceria de uma década entre a Fundação Certi e o Industrial Liason Program (ILP-MIT), o evento conta ainda com apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ).

::: Galeria de fotos: veja quem "pensou fora da caixa" em SP

Palestrantes do segundo dia:

Utkan Dermirci
Quem é:
Professor em Harvard e no MIT, líder de um grupo de 30 pesquisadores na área de nanotecnologia aplicada à medicina.
Painel: Tecnologias de Micro e Nanoescala na Medicina
Por que é relevante: Imagine pegar células vivas, carregá-las numa impressora e obter um tecido 3D que poderia se desenvolver num rim ou coração. Dermirci é pioneiro dessa área. Ele liderou a equipe que imprimiu tecido cerebral em 3D em laboratório com uma técnica de baixo custo. A pesquisa poderá revolucionar os tratamentos médicos no futuro, permitindo criar tecido para determinar a efetividade de uma droga no tratamento de um paciente específico.

Linda Griffith
Quem é:
Bioengenheira e diretora do Center for Gynepathology Research (CGR), inaugurado na Escola de Engenharia do MIT para pesquisar avanços da engenharia que ajudem na compreensão da biologia e fisiologia do trato reprodutivo feminino.
Painel: Do Laboratório à Clínica: Transformando Pesquisa em Prática
Por que é relevante: Griffith é uma referência global no campo da engenharia de tecidos. Cruzando fronteiras, ela ficou famosa por fazer crescer uma orelha humana nas costas de um rato e um fígado em microescala num chip de silício. Agora, lidera um grupo de pesquisas no projeto chamado informalmente de "o corpo humano num chip". As aplicações futuras do trabalho podem tornar transplantes de órgãos coisa do passado e acelerar a pesquisa de novos medicamentos e tratamentos. O maior problema dos pesquisadores hoje é que as complexidades do corpo humano não podem ser perfeitamente recriadas com poucas células num laboratório nem com testes em animais. A equipe de Lisa está aperfeiçoando o "fígado no chip". Construído com pequenos canais que imitam os vasos sanguíneos, esse chip faz com que células-tronco do fígado se comportem exatamente como no corpo humano e cresçam na estrutura artificial, processando nutrientes e vitaminas como um fígado real faria.

Ahmed Ghoniem
Painel:
Inovações em Energia Alternativa
Quem é: diretor do Center for 21st Century Energy do MIT
Por que é relevante: Ghoniem lidera uma equipe de pesquisadores que trabalha em novas abordagens para sistemas de energia integrados de emissão-zero com captura de carbono. A meta é reduzir drasticamente as emissões de gás carbônico de fontes de energia baratas e abundantes, como carvão e gás natural _ combustíveis fósseis representam quase 90% da matriz energética global hoje.

Martin Mocker
Painel:
Fazendo Negócios Digitalmente: Qual é o modelo de aproximação do cliente do seu digital?
Quem é: pesquisador do MIT Sloam Center Information Systems Research (MIT CISR). Por que é relevante: seu foco de pesquisa é a gestão de TI e, especialmente, o papel das TIs para lidar com a complexidade empresarial, a construção de plataformas digitais e o impacto da digitalização nas organizações. Martin é professor catedrático do programa executivo de educação "Digital Strategy" no MIT Sloan School of Management e coordena as relações com os membros europeus do MIT CISR.

Martin Schmidt
Quem é:
associate provost do MIT, professor de Engenharia Elétrica e diretor do MEMS@MIT Center
Painel: Trabalhando de Forma Compartilhada: Um Convite para Colaboração
Por que é relevante: Schmidt é hoje uma peça-chave na relação entre indústria e academia dentro do MIT. Desde 2012, ele lidera dois escritórios que conduzem a pesquisa financiada pela iniciativa privada na instituição: o Technology Licensing Office (TLO), que faz a gestão de toda a propriedade intelectual gerada no MIT e o Office of Corporate Relations (OCR), que inclui o Industrial Liaison Program, organizador do Challenge of Innovation. Na função de associate provost, espécie de braço direito do presidente do MIT, Schmidt também administra os orçamentos da instituição e, recentemente, representou a universidade numa força-tarefa liderada pela Casa Branca visando a um renascimento da manufatura nos EUA. Schmidt tem um talento reconhecido em levar a inovação gerada nos laboratórios do MIT ao mercado. Como pesquisador, ele atua na área de sistemas microeletromecânicos (MEMS). Co-autor de mais de 80 publicações em periódicos e mais de 30 patentes.

Siga as atualizações pelo @EconomiaDC:

Notícias Relacionadas

Desafio da Inovação 07/05/2013 | 15h37

"O Brasil tem energia e otimismo, que são a chave da inovação", avalia Joichi Ito

Diretor do Media Lab do MIT, Joi palestrou no Challenge of Innovation em São Paulo

Inovação catarinense 05/04/2013 | 17h02

Startup de SC é a oitava melhor entre as latinas

Uppoints, de Florianópolis, utiliza sistema de monitoramento para avaliar comportamentos de consumo.

Caminho da inovação 21/03/2013 | 07h02

Ferramentas úteis para criar uma startup em 54 horas

Evento em Florianópolis tem como objetivo auxiliar as pessoas a abrirem seus próprios negócios com o auxílio de ferramentas da internet

Inovação 14/01/2013 | 03h01

Governo catarinense lança pacote de ações para incentivar as startups

Pacote em parceria com o Sebrae, lançado nesta segunda, prevê capacitação de novos projetos

Estímulo público 20/08/2012 | 05h03

Plano do governo federal prevê recurso para startup

Com quase R$ 500 milhões, meta é dobrar tamanho do setor de tecnologia

Pensando no futuro 29/03/2012 | 20h25

Inovação e competitividade são temas do primeiro dia do Challenge of Innovation, em Florianópolis

Encontro voltado à discussão de temas estratégicos termina nesta sexta-feira no Costão do Santinho

Pensando em 2020 29/03/2012 | 06h11

Evento em Florianópolis discute cidades inteligentes

Challenge of Innovation 2012 traz pesquisadores do MIT

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga EconomiaDC no Twitter

  • EconomiaDC

    EconomiaDC

    EconomiaDCGoverno catarinense dá sinal para obras da Sinotruk em Lages http://t.co/n1MXJIi303há 1 horaRetweet
  • EconomiaDC

    EconomiaDC

    EconomiaDCFuncionário morre na construção da fábrica da BMW em Araquari http://t.co/YHZblzhvn2há 4 horas Retweet
clicRBS
Nova busca - outros